Associação Musical de Évora
Historial
Escola de Música da Sé de Évora
Coro Polifónico
Formação
Programação
Arquivo
Conservatório Regional de Évora
Historial
Educação/Ensino
Cursos
Projeto Educativo
Regulamento Interno
Informações
Horários
Professores
Programação
Notas Musicais
Arquivo
Destaques
Concerto pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica “ na Catedral de Chartres (França) Imprimir e-mail

Concerto pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica “ na Catedral de Chartres

No âmbito da geminação entre Évora e Chartres, o Coro Polifónico dará um Concerto na Catedral de Chartres-França, no dia 24 de junho pelas 21h00, sob a direção do Maestro Eduardo Martins.
Programa: Polifonia da Sé de Évora (secsa XVI e XVII) -Serão apresentadas algumas das suas obras musicais, nomeadamente breves motetes e responsórios a quatro, cinco e seis vozes: Quem vidistis e Versa est  -  Estevão Lopes Morago (1575-1630) ; Caligaverunt -  Francisco Martins (1620-1680) ; Pater Pecavi  e Audivi vocem  - Duarte Lobo (1565-1646); Asperges me  e Alleluia - Manuel Mendes (1547-1605); Aquam quam ego dabo Manuel Cardoso (1566-1650); Vidi Aquam - Filipe de Magalhães (1571-1652) e Salve Regina – Diogo Dias Melgaz (1638-1700).

Na segunda parte do programa, serão apresentadas algumas harmonizações de canções de romaria, canções populares entoadas nas deslocações aos santuários, neste caso marianos (de louvor a Maria): Senhora do Almurtão M.Sampayo Ribeiro (1898-1966) ; Senhora do Livramento, Senhora do Amparo e Senhora de Aires -  F. Lopes-Graça (1906-1994).
Para terminar o Concerto interpretaremos uma peça musical de Gabriel Fauré (1845-1924) - Cantique de Jean Racine. 
em_chartres_08.jpg

Ler mais...
 
Concerto pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica “ na Catedral de Chartres (França) Imprimir e-mail

Concerto pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica “ na Catedral de Chartres

No âmbito da geminação entre Évora e Chartres, o Coro Polifónico dará um Concerto na Catedral de Chartres-França, no dia 24 de junho pelas 21h00, sob a direção do Maestro Eduardo Martins.

 

Programa: Polifonia da Sé de Évora (secsa XVI e XVII) -Serão apresentadas algumas das suas obras musicais, nomeadamente breves motetes e responsórios a quatro, cinco e seis vozes: Quem vidistis e Versa est  -  Estevão Lopes Morago (1575-1630) ; Caligaverunt -  Francisco Martins (1620-1680) ; Pater Pecavi  e Audivi vocem  - Duarte Lobo (1565-1646); Asperges me  e Alleluia - Manuel Mendes (1547-1605); Aquam quam ego dabo Manuel Cardoso (1566-1650); Vidi Aquam - Filipe de Magalhães (1571-1652) e Salve Regina – Diogo Dias Melgaz (1638-1700).
Na segunda parte do programa, serão apresentadas algumas harmonizações de canções de romaria, canções populares entoadas nas deslocações aos santuários, neste caso marianos (de louvor a Maria): Senhora do Almurtão M.Sampayo Ribeiro (1898-1966) ; Senhora do Livramento, Senhora do Amparo e Senhora de Aires -  F. Lopes-Graça (1906-1994).
Para terminar o Concerto interpretaremos uma peça musical de Gabriel Fauré (1845-1924) - Cantique de Jean Racine. 
em_chartres_08.jpg

Ler mais...
 
Concerto pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica “ na Catedral de Chartres (França) Imprimir e-mail

Concerto pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica “ na Catedral de Chartres

No âmbito da geminação entre Évora e Chartres, o Coro Polifónico dará um Concerto na Catedral de Chartres-França, no dia 24 de junho pelas 21h00, sob a direção do Maestro Eduardo Martins.

Programa: Polifonia da Sé de Évora (secsa XVI e XVII) -Serão apresentadas algumas das suas obras musicais, nomeadamente breves motetes e responsórios a quatro, cinco e seis vozes: 

Quem vidistis e Versa est  -  Estevão Lopes Morago (1575-1630) ; Caligaverunt -  Francisco Martins (1620-1680) ; Pater Pecavi  e Audivi vocem  - Duarte Lobo (1565-1646); Asperges me  e Alleluia - Manuel Mendes (1547-1605); Aquam quam ego dabo Manuel Cardoso (1566-1650); Vidi Aquam - Filipe de Magalhães (1571-1652) e Salve Regina – Diogo Dias Melgaz (1638-1700)

Na segunda parte do programa, serão apresentadas algumas harmonizações de canções de romaria, canções populares entoadas nas deslocações aos santuários, neste caso marianos (de louvor a Maria): 

Senhora do Almurtão M.Sampayo Ribeiro (1898-1966) ; Senhora do Livramento, Senhora do Amparo e Senhora de Aires -  F. Lopes-Graça (1906-1994)

Para terminar o Concerto interpretaremos uma peça musical de Gabriel Fauré (1845-1924) - Cantique de Jean Racine

 

O Coro Polifónico “Eborae Mvsica” fez em Setembro de 1987 a sua primeira apresentação pública, integrada no acontecimento cultural “Os Povos e as Artes”. Tem realizado diversas atuações ao longo da sua existência, interpretando não só polifonia da Escola de Música da Sé de Évora (sécs. XVI e XVII), como também outras obras de diferentes épocas. Destacam-se nas suas atuações a participação nas Jornadas Internacionais “Escola de Música da Sé de Évora”, acontecimento que a Associação Eborae Musica organiza, anualmente no mês de Outubro. Nas deslocações internacionais destaca-se a participação na Europália 91 na Bélgica e a participação no 10º Concurso Internacional de Música Sacra de Preveza, Grécia onde ficou classificado em 3.º lugar, obtendo a medalha de bronze. Dirigido atualmente por Eduardo Martins, foi dirigido antes por Adelino Santos, Francisco d’Orey e Pedro Teixeira.

 

Eduardo Martins  - foi aluno do Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian em piano, tendo concluído o respetivo curso já no Conservatório de Música de Coimbra. Licenciado em Direção Coral e Formação Musical na Escola Superior de Música de Lisboa, encontra-se neste momento a frequentar o mestrado em Direção Coral com os maestros Paulo Lourenço e Alberto Roque, sendo maestro assistente do Coro de Câmara da mesma escola (ESML). Foi Diretor Artístico do Grupo Coral Laudamus – Ovar (1999-2011) e Coro de Letras da Universidade de Coimbra (2004-2006). Atualmente dirige o Grupo Coral ViVaVoz – Oeiras, Coro Tejo e Coro Sacro da ESML – Lisboa, Coro da Universidade de Lisboa e o Coro Polifónico Eborae Musica (desde 2013).           

 

Este concerto é organizado pela Association des Amis des Jumelages de Chartres e pela Eborae Mvsica - Associação Musical de Évora, entidade financiada pelo Ministério da Cultura-DGArtes, com o apoio da Câmara Municipal de Évora, Diário do Sul, Rádio Diana, A Defesa e Registo.

 
Julho - XIX Ciclo de Concertos "Música e Outras Artes nos Claustros". A NÃO PERDER! Imprimir e-mail
Julho - XIX Ciclo de Concertos - "Música e Outras Artes nos Claustros"
Dia 1 de Julho - 16h30: Conferência/Colóquio pela Professora Ana Telles “A Música e as outras Artes”; 18h00: Concerto por “Seven Dixie”; 18h30: Inauguração da Exposição de Fotografia “Claustrofonia”, do fotógrafo: António Carrapato.
claustros_2018.jpg

Ler mais...
 
23 de Maio, 21h30 - Concerto guitarrista Bogdan Mihailescu e a flautista Cristina Rducan Imprimir e-mail

“Danças do Mundo” - Guitarra e Flauta
Concerto de música clássica com o guitarrista Bogdan Mihăilescu e a flautista Cristina Răducan, no Convento dos Remédios – Igreja, em Évora.
guitarra_e_flauta_dia_23-5-2018_foto.jpg

No âmbito do programa "Grandes artistas romenos nas grandes catedrais de Portugal", que celebra o centenário da Grande União da Roménia, quarta-feira, dia 23 de maio de 2018, às 21h30, o Instituto Cultural Romeno em Lisboa e a Associação Eborae Musica organizam um concerto de música clássica com o guitarrista Bogdan Mihăilescu e a flautista Cristina Răducan, no Convento dos Remédios – Igreja, em Évora.

O programa integra peças do repertório romeno, europeu e latino-americano, numa generosa tentativa de reunir universos tão próximos da sua origem latina: Bela Bartok - Seis Danças Romenas; Fernando Carlos Tavolaro - Milonga no. 5; Celso Machado -Pacoca Choro; Carlos Paredes - Movimento perpétuo; Astor Piazzolla – Revirado; Poema Valseado; Dernier Lamento; - Fracanapa; Miroslav Tadic -Três danças dos Bálcãs; Pântano cheio de trevos - Canção folclórica romena (arranjo por Anatol Mâtcu); Dança romena da roda (arranjo por Anatol Mâtcu); Na zona de “Tara Crisurilor” (arranjo por Anatol Mâtcu); O cuco já não está aqui (arranjo por Anatol Mâtcu); Um caminho longo e sinuoso (arranjo por Anatol Mâtcu); Suíte de canções e danças folclóricas romenas (arranjo por Anatol Mâtcu)

Ler mais...
 
XX Jornadas Internacionais decorreram com grande êxito Imprimir e-mail

XX JORNADAS INTERNACIONAIS “ Escola de Música da Sé de Évora” 

foto_concerto_encerramento.jpg


Decorreram as XX Jornadas Internacionais “Escola de Música da Sé de Évora” promovidas pela Associação
Eborae Mvsica de 5 a 8 de Outubro. O programa integrou conferências por Owen Rees, e Filipe Mesquita, Luis Henriques e Ana Faleiro, Workshop de Charamelas, orientado por João Mateus, e concertos na Sé de Évora: dia 5 de Outubro, às 19h00, pelo Grupo Vocal Olisipo, direção de Armando Possante; dia 7, às 19h00, pelo “Cappella Pratensis”, direção de Stratton Bull , que se deslocou da Bélgica e no dia 8 às 17h00, o Concerto de Encerramento pelo Coro dos Participantes sob a direção de Peter Phillips,  Armando Possante e Pedro Teixeira, maestros que orientaram os ateliers das Jornadas, para além de Owen Rees, e Grupo de charamelas sob a  direção de João Mateus  e teve uma intervenção do Coro Polifónico ”Eborae Mvsica”, direção de Eduardo Martins. A realização destas Jornadas nesta data tiveram também como objetivo assinalar os 30 anos da constituição da Eborae Musica- Associação Musical de Évora e o Dia Mundial da Música.
 

No dia 5 teve lugar também uma visita à Sé de Évora  e seus Arquivos e Museu de Arte Sacra, orientada pelo Professor Jorge Raposo. O acompanhamento ao piano do trabalho dos ateliers de Coro foi realizado por Nicholas McNair.

A Sé encheu-se em todos os Concertos e o público manifestou o seu agrado com os seus aplausos. A Avaliação dos participantes e dos Maestros foi francamente positiva.

Ler mais...
 
Destaques
Próximos Eventos
Junho 2018 Julho 2018 Agosto 2018
Se Te Qu Qu Se Do
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31
Notícias RSS
Newletter




17156392 Visitas