Associação Musical de Évora
Historial
Escola de Música da Sé de Évora
Coro Polifónico
Formação
Programação
Arquivo
Conservatório Regional de Évora
Historial
Educação/Ensino
Cursos
Projeto Educativo
Regulamento Interno
Informações
Horários
Professores
Programação
Notas Musicais
Arquivo
17 NOV, 18H00 - “JOVENS COMPOSITORES PORTUGUESES” Pelo Coro Ricercare e Sinfonietta de Lisboa Imprimir e-mail

 17 Nov, 18h00 - “Jovens Compositores Portugueses” pelo Coro Ricercare e Sinfonietta de Lisboa
XIV Ciclo de Concertos “Música do Inverno” 
coro_e_sinfonietta_1dia_17-11.jpg
















No dia 17 de novembro pelas 18h00 terá lugar um Concerto intitulado “Jovens Compositores Portugueses” pelo Coro Ricercare (direção de Pedro Teixeira) e Sinfonietta de Lisboa (direção Vasco Pearce de Azevedo) sob a direção do Maestro Vasco Pearce de Azevedo, integrado no XIV Ciclo de Concertos “Música no Inverno”

Programa: A Criança (2016) - I. A criança que fui chora na estrada, II. Dia a dia
mudamos para quem  
amanhã não veremos, III. Meu  Deus, de Miguel de Jesus
 (n.1984);
Folio IV (2016) Díptico para Álvaro de Campos - I. Mas eu   II.
Magnificat,
de  Alfredo Teixeira (n. 1965); Três Palavras Ocultas (2017)  -  
Insuflei 
 em ti um sopro, II. Faz menção de mim, III. Teu ouvido é meu ouvido,
de Sara Ross (n. 1989); Aos Mártires das Pátrias  (2011)- João Francisco
Nascimento (n. 1957).



Coro Ricercare - O grupo integra na sua formação jovens músicos de diversas proveniências curriculares: Escola de Música do Conservatório Nacional, Instituto Gregoriano de Lisboa e Escola Superior de Música de Lisboa, entre outras. A procura incessante de um resultado de excelência na música coral que desde sempre pautou o seu trabalho, tem feito com que o Coro Ricercare se tenha vindo a destacar há vários anos como um coro português de referência. Desde a sua fundação, o Coro Ricercare dedica grande parte da sua atividade à interpretação de nova música portuguesa, tendo estreado mais de 60 obras de compositores nacionais desde a primeira edição de “Jovens Compositores Portugueses” em 2006, junto com a Orquestra Sinfonietta de Lisboa, o outro agrupamento da Ricercare.O Coro Ricercare foi criado em 1996 pelos maestros Carlos Caires e Paulo Lourenço, e é dirigido desde 2001 por Pedro Teixeira.

Sinfonietta de Lisboa - Fundada em 1995, tem na base 29 instrumentistas de corda, podendo integrar sopros ou outros instrumentos. Dirigem-na Vasco Pearce de Azevedo (Maestro Titular) e António Lourenço (Maestro Adjunto). Tem interpretado obras do Barroco ao séc. XXI. Tem encomendado e estreado obras de Eurico Carrapatoso, Sérgio Azevedo, Carlos Marecos, Carlos Caires, Bernardo Sassetti, Mário Laginha, Carlos Fernandes, Vasco Pearce de Azevedo, Pedro Faria Gomes e Ivan Moody, entre outros, num esforço de divulgação da música portuguesa contemporânea. Destaque para primeiras audições nacionais de obras de Alexandre Delgado, Eugénio Rodrigues e Luís Tinoco. Realizou em vários anos o concerto de abertura da Festa do Avante, acompanhando solistas como P. Burmester, António Rosado, M. Laginha, Miguel Borges Coelho, ou o Coral Lisboa Cantat. Participou em gravações de música de B. Sassetti para os filmes “O Milagre Segundo Salomé”, “Um amor de perdição” e “Second Life”, e para a peça de teatro “Dúvida” de John P. Stanley. Em 2010 interpretou “A Morte de Luís II da Baviera” (E. Carrapatoso) com o Coro Ricercare, no “Filme do Desassossego” de João Botelho. Lançou o CD Leonoreta (ed La Mà de Guido, 2002), com obras de E. Carrapatoso. Tem colaborado com artistas como Caetano Veloso, Jaques Morelembaum, M. Laginha, B. Sassetti, Carlos Martins, Carlos do Carmo, Mariza, Camané, Rodrigo Leão, Rui Veloso, Pedro Abrunhosa, Jose Carreras, João Pedro Pais e Ronda dos Quatro Caminhos.

Pedro Teixeira -  Mestre em Direcção Coral pela Escola Superior de Música de Lisboa (ESML), foi maestro titular do Coro de la Comunidad de Madrid, um dos coros profissionais de Espanha, de 2012 a 2017.

Em 2000 formou o Officium Ensemble, com quem se tem apresentado frequentemente nos mais importantes festivais de música antiga, nomeadamente Laus Polyphoniæ (Antuérpia) e Oude Muziek (Utrecht).

É maestro do Coro Ricercare, estreando várias obras contemporâneas por temporada. E regularmente convidado como júri em concursos e festivais internacionais de coros, nomeadamente em Portugal, Espanha e Hong-Kong, e tem desenvolvido uma atividade intensa de masterclasses e workshops com coros no estrangeiro. É diretor artístico das Jornadas Internacionais Escola de Música da Sé de Évora (Eboræ Musica). Lecciona na ESML e Escola Superior de Educação de Lisboa. Com o Coro Gulbenkian, tem colaborado como maestro convidado, quer como preparador de programas sinfónicos (2011-14), quer como maestro de concerto, dirigindo o coro em programas seus nas temporadas 2017-18 e 2018-19.

Vasco Pearce de Azevedo -  Frequentou vários cursos de direção de orquestra e de direção coral em Portugal, Espanha, França e Bélgica. Estudou no Instituto Gregoriano de Lisboa e na Escola Superior de Música de Lisboa (ESML) onde obteve em 1989 o Bacharelato em Composição.  Entre 1990 e 1992 foi Assistente na ESML de várias cadeiras do Curso de Composição, e entre 1995 e 1998, Professor de Análise e Técnicas de Composição no Conservatório Nacional. É desde 1995 Professor de Análise e Orquestração na Academia Superior de Orquestra (Orquestra Metropolitana de Lisboa), e desde 1998 Professor de Direcção Coral, Coro, Técnicas de Composição, Análise Musical e Harmonia na ESML. Em 1992 funda a Orquestra da Juventude Musical Portuguesa da qual foi Maestro Titular e Diretor Musical até 1995. É desde 1995 Maestro Titular e Diretor Musical da Sinfonietta de Lisboa, orquestra com a qual tem realizado estreias absolutas de obras de vários compositores. Tem dirigido, na qualidade de Maestro Convidado, várias Orquestras. Colabora regularmente com a Companhia Nacional de Bailado como Maestro convidado. Em Fevereiro de 1999, a convite do Teatro Nacional de S. Carlos, dirigiu a Ópera “La Borghesina” do compositor português Augusto Machado. Terminou em Junho de 1995, na qualidade de bolseiro da Comissão Fulbright e da Fundação Calouste Gulbenkian, o mestrado em direção de orquestra e coro no College- Conservatory of Music da Universidade de Cincinnati (EUA), estudando com Gerhard Samuel e Christopher Zimmermann (direcção de orquestra) . Foi Bolseiro da Universidade de Cincinnati (Graduate Scholarship) entre 1992 e 1995 e Bolseiro da Secretaria de Estado da Cultura (1994–95).
O ciclo prossegue no dia 24 pelas 18h00 com o concerto “Em Cante”- Música do Alentejo” com Amílcar Vasques Dias no piano e as vozes de Pedro Calado e Manuel Caldeira.

Este Ciclo é organizado pela Associação Eborae Mvsica entidade financiada pelo Ministério da Cultura-Direção Geral das Artes e tem o apoio da Câmara Municipal de Évora, e dos órgãos de comunicação social para a realização deste Ciclo de Concertos.

 
Destaques
Próximos Eventos
Dezembro 2018 Janeiro 2019
Se Te Qu Qu Se Do
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31
Notícias RSS
Newletter




18524390 Visitas