Associação Musical de Évora
Historial
Escola de Música da Sé de Évora
Coro Polifónico
Formação
Programação
Arquivo
Conservatório Regional de Évora
Historial
Educação/Ensino
Cursos
Projeto Educativo
Regulamento Interno
Informações
Horários
Professores
Programação
Notas Musicais
Arquivo
Dez, 15, 18h00 - Recital por Bruno Borralhinho (Violoncelo) e Christoph Berner (Piano) Imprimir e-mail

Recital de Violoncelo e Piano – Bruno Borralhinho e Christoph Berner

XIV Ciclo de Concertos “Música do Inverno”

No dia 15 de dezembro pelas 18h00 terá lugar um Recital de Violoncelo e Piano por Bruno Borralhinho (Violoncelo) e Christoph Berner (Piano) integrado no IV Ciclo de Concertos “Música no Inverno”, no Convento dos Remédios, em Évora.

 

Programa : Gustav Mahler: "Canções de um Viandante" (1885) (versão para violoncelo e piano de Bruno Borralhinho, 2017); Alexander von Zemlinky: Sonata para Violoncelo e Piano em Lá menor (1894); Fernando Lopes-Graça: “Página Esquecida” (1955); Richard Strauss: Sonata para Violoncelo e Piano em Fá Maior, op. 6 (1883)

Bruno Borralhinho é membro da Orquestra Filarmónica de Dresden e fundador e diretor artístico do Ensemble Mediterrain. Apresenta-se regularmente como solista com orquestra, em recitais a solo, com piano e de música de câmara, sendo importante destacar a interpretação integral das Suites para Violoncelo Solo de J. S. Bach com o violoncelo Montagnana que pertenceu a Guilhermina Suggia (2008), a integral da obra de Beethoven para Violoncelo e Piano com o Stradivari que pertenceu ao Rei D. Luís (2012) e a integral dos Concertos de Haydn com a Orquestra Clássica do Sul (2014, solista e direção). Orientou até ao presente Masterclasses em Portugal, Espanha e Brasil. Estudou na EPABI com Luis Sá Pessoa e Rogério Peixinho. Posteriormente, estudou com Markus Nyikos na Universität der Künste de Berlim, onde concluiu a Licenciatura e a Pós-Graduação (Solista) com as máximas classificações, e complementou depois a sua formação em Oslo com Truls Mørk. Frequentou Masterclasses com N. Gutman, A. Meneses, P. Wispelwey, A. Bylsma, J. Wang, M. Ostertag, M. Löhr, M. Carneiro e T. Demenga, e foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian entre 2001 e 2005. A diversificada atividade artística de Bruno Borralhinho inclui também a direção de orquestra, tendo dirigido várias orquestras importantes de vários países.

Christoph Berner nasceu em Viena e estudou na Universidade de Música da sua cidade natal com Imola Joo, Hans Graf e Hans Petermandl. Em 1997, licenciou-se com distinção e frequentou posteriormente a Meisterklasse de Maria Tipo na Scuola di Musica di Fiesole (Itália). Ao vencer o primeiro prémio no Concurso Bösendorfer (Viena, 1995), o segundo prémio no Concurso Beethoven (Viena, 1997) e os Prémios Mozart e Schumann no Concurso Géza Anda (2003, Zurique), Christoph Berner foi capaz de cimentar sua reputação como um dos principais pianistas austríacos. Como solista, tocou com várias orquestras de vários países. Da sua atividade regular de música de câmara destaca-se o trabalho regular com o tenor Werner Güra - com o qual é convidado frequente do Wigmore Hall de Londres, Musikverein de Viena, Palau de la Música de Barcelona, Cité de la Musique de Paris, ou dos festivais Schubertiade de Schwarzenberg, Rheingau Musik Festival, Festival de Edinburgo, Kissinger Sommer, etc.. É professor na Universidade de Artes de Zurique desde 2014.

O ciclo termina no dia 16 com o Concerto de Natal pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica” sob a direção de Eduardo Martins e com acompanhamento de Rodrigo Gomes (piano) e Jorge Vinhas (violino).

Este Ciclo é organizado pela Associação Eborae Mvsica entidade financiada pelo Ministério da Cultura-Direção Geral das Artes e tem o apoio da Câmara Municipal de Évora, e dos órgãos de comunicação social para a realização deste Ciclo de Concertos.

 
Destaques
Próximos Eventos
Janeiro 2019 Fevereiro 2019
Se Te Qu Qu Se Do
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31
Notícias RSS
Newletter




18788829 Visitas